Polícia apreende R$ 2,4 milhões em operação contra receptação de carga roubada e lavagem de dinheiro

Desse montante apreendido pela Operação Omnia, R$ 1,1 milhão estava em notas falsas. Ação contou com apoio da Secretaria da Fazenda de Pernambuco

Produtos apreendidos na Operação Omnia, que investiga receptação de cargas roubadas no Grande Recife, chegam ao Depatri, nesta terça-feira (29) — Foto: Ezequiel Quirino/TV Globo



A Polícia Civil desencadeou, nesta terça-feira (29), a operação Omnia, contra grupo suspeito de esquema criminoso de receptação de carga roubada, crimes contra relação de consumo e lavagem de dinheiro.


Durante a ação, em cinco dos 11 estabelecimentos em que os policiais estiveram presentes, foram encontrados mais de R$ 2,4 milhões, sendo R$ 1,1 milhão em notas fiscais falsas, R$ 900 mil em impostos sonegados e R$ 400 mil em mercadorias sem nota.

Entre os itens apreendidos na operação, estão dois carros, um deles sendo da marca Jeep. Documentos, computadores e outros materiais também foram coletados e levados para a sede do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), no bairro de Afogados, na Zona Oeste do Recife.

A investigação foi iniciada em setembro de 2019 pela delegada Ana Catarine Cavalcante, adjunta de Roubos e Furtos de Cargas do Depatri. Na época, os policiais localizaram uma carga de pilhas avaliada em R$ 500 mil, em um galpão no bairro do Ibura, na Zona Sul da capital.

Carro é apreendido durante operação Omnia, que investiga esquema de receptação de carga roubada e lavagem de dinheiro no Grande Recife, nesta terça-feira (29) — Foto: Mhatteus Sampaio/TV Globo


Durante a abordagem, segundo a Polícia Civil, funcionários relataram que a carga estava sendo preparada para ser transportada a uma distribuidora.


A investigação apurou que, na verdade, o galpão funcionava como um centro de distribuição de mercadorias de roubadas para diferentes comerciantes, incluindo parentes de um dos investigados.


"No decorrer das investigações, a gente procurou identificar os empresários envolvidos na receptação de carga, bem como o dinheiro que teria sido originado desses crimes", disse a delegada.


"A gente percebe que eles compõem uma organização criminosa especializada em cooptar motoristas de diversos estados aqui para que entregassem a mercadoria aqui em Pernambuco. Muitos dos motoristas ficavam com a carga", afirmou Ana.

Policiais chegam ao Depatri, no Recife, com materiais apreendidos na Operação Omnia, nesta terça-feira (29) — Foto: Reprodução/Polícia Civil


Ao todo, foram expedidos 22 mandados de busca e apreensão pela 6ª Vara Criminal da Comarca da Capital, sendo 11 para residências de investigados e os outros 11 para as empresas dessas pessoas, em endereços no Recife, em Camaragibe, Olinda, Paulista e Cabo de Santo Agostinho, todos na Região Metropolitana.


Ao todo, foram escalados 130 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães, para cumprir os mandados. A operação contou com apoio de auditores da Diretoria de Operações Estratégicas da Secretaria da Fazenda (Sefaz), além de profissionais do Corpo de Bombeiros e da Vigilância Sanitária.


As investigações, que foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência e pelo Laboratório de Lavagem de Dinheiro da Polícia Civil, continuam. "Todo o material apreendido vai ser alvo de apuração, de investigação, para a gente verificar os envolvidos e a disposição dos bens", afirmou a delegada.


Link: https://g1.globo.com/pe/pernambuco/noticia/2020/09/29/policia-civil-investiga-esquema-de-receptacao-de-carga-roubada-e-lavagem-de-dinheiro.ghtml










Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Governo de Pernambuco Praça da República, Bairro de santo Antônio, Recife - PE CEP 50.010-928 | Telefone: +55 81 3181.2100