Operação da Polícia Civil investiga esquema de corrupção na prefeitura de Palmares PE

Mandados foram cumpridos na prefeitura e secretarias do município, além de endereços no Recife e em Água Preta, nesta quinta-feira (17).

Operação intitulada de Fim de Jogo foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (17) — Foto: Polícia Civil de Pernambuco/Divulgação


A Polícia Civil de Pernambuco desencadeou, nesta quinta-feira (17), a operação de Fim de Jogo, para investigar um esquema de corrupção na prefeitura de Palmares, na Zona da Mata pernambucana. Foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão domiciliar no Recife e em Água Preta, além de Palmares, e ordens de sequestros de bens e valores.


A ação apura a prática dos crimes de peculato e falsificação de documentos. Peculato é o crime em que um funcionário público se apropria ou desvia um bem público em benefício próprio ou de terceiros.

O apartamento que pertence ao prefeito, localizado em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, foi um dos alvos de busca nesta manhã, segundo o delegado Diego Pinheiro, titular da 2ª Delegacia de Combate à Corrupção (Deccor) e responsável pelo inquérito. O investigador apontou que o diretor de Esportes e o secretário-executivo de Finanças também são investigados.

Por meio de nota, a prefeitura de Palmares informou que o gestor “não causou nenhum dano ao erário público” e que ele “não obstruiu, em momento algum, os procedimentos de busca e apreensão”. Ele também ficou à disposição das autoridades competentes.

Operação da Polícia Civil cumpre mandados de busca em Palmares, na Zona da Mata Sul, nesta quinta-feira (17) — Foto: Polícia Civil de Pernambuco/Divulgação


Segundo a polícia, foram cumpridos mandados na prefeitura e em secretarias. Um dos alvos da investigação foi a Secretaria de Espores de Palmares, que teria tido contratos falsificados.


De acordo com a Civil, as investigações tiveram início em janeiro deste ano e contaram com apoio da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco (Dintel), além de participação do laboratório de Lavagem de Dinheiro (LAB) e colaboração do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE).


Ao todo, foram escalados para cumprir os mandados da operação 70 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães.

Detalhes sobre a investigação devem ser repassados em coletiva a ser realizada ainda nesta quinta-feira (17).


Link da Matéria: https://g1.globo.com/pe/pernambuco/noticia/2020/12/17/policia-civil-faz-operacao-para-investigar-crimes-de-peculato-e-falsificacao-de-documentos.ghtml

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square